O que e como uma Securitizadora pode rentabilizar o mercado

Como funciona uma Securitizadora?

Quando precisamos de dinheiro para tirar ou projeto do papel ou arcar com as contas, o banco é sempre a primeira opção, no entanto, não é a única. 

Como o mercado está sempre inovando, é possível encontrar alternativas para melhorar as finanças da sua empresa, e é sobre uma dessas alternativas que vamos falar nesse artigo.

O que é uma Securitizadora?

Securitizar é transformar direitos creditórios, que podem vir de vendas ou prestações de serviços, em títulos que podem ser negociados no mercado financeiro.

E uma securitizadora, é uma empresa que antecipa os recebimentos do que se vendeu a prazo

Esse tipo de atividade financeira, proporciona a opção de dividir entre vários investidores um risco que ficaria somente com um só credor. Dificultando, assim, uma possível quebra, caso a dívida não seja paga. 

E quais são as vantagens de uma Securitizadora?

Uma grande vantagem de uma securitizadora é que ela permite que a dívida seja usada como um produto financeiro. Dessa forma, sendo manejada por quem entende de capitais. 

Isso movimenta o mercado, já que, por exemplo, uma construtora não precisa mais depender mais do pagamento da compra de um apartamento, parcelada por mais de 30 anos. A empresa recebe todo o dinheiro em troca da transferência da dívida para um ou mais investidores.  

O COO da Bankme, André Bravo, elencou mais algumas das principais características de uma securitizadora e como ela funciona:

  • A Securitização é um procedimento financeiro que converte títulos de crédito (duplicatas, cheques, notas promissórias) a vencer em recurso imediato;
  • Aumento do capital de giro;
  • Melhora a gestão do fluxo de caixa da empresa cliente;
  • Aumenta a capacidade produtiva;
  • Proporciona autonomia sobre seus recursos financeiros;
  • Otimiza rentabilidade do seu dinheiro;
  • Aumenta o poder de negociação junto aos fornecedores (compra à vista);
  • Agilidade no atendimento ao cliente.

A essa altura, você deve estar pensando que toda essa estruturação parece complexa e trabalhosa, e não vamos mentir: é mesmo! Mas,

“é justamente nesse contexto que surge a Bankme. Somos a primeira fintech no Brasil especialista no assunto (criar mini bancos) e cuidamos de absolutamente tudo para que você concentre seus esforços exclusivamente no crescimento da sua empresa, das suas receitas e no fortalecimento da sua cadeia produtiva”, explica André.

Da abertura da sua securitizadora à operacionalização, é tudo por nossa conta!

Gostou de saber disso? Então, acompanhe nosso blog e esteja sempre ligado nos conteúdos que a Bankme traz para você.